domingo, 7 de junho de 2009

ENXERTO DE UM POEMA AUTOBIOGRÁFICO AINDA NÃO ESCRITO

......Meu coração
.....................é
......................um motor
.................................de

..................................geladeira

Marcadores:

5 Comentários:

Blogger Wendell disse...

Sentimental hein... Mesmo que o motor pare, o importante é conservar a cerveja gelada, hehehe. Essa foi bem Homer mesmo, hehehehe.
Grande Vilson, curto e objetivo!

7 de junho de 2009 21:44  
Blogger "Clown doll" disse...

roxo

8 de junho de 2009 12:03  
Blogger "Clown doll" disse...

oO

8 de junho de 2009 12:03  
Blogger nosliw disse...

Ahm?Roxo?!
E nem foi tão sentimental, foi?
O poema (?) surgiu do assombro diante do espasmo do motor de uma velha General Eletric e da percepção de que meu coração também dava uns espasmos assim... aí interpretando depois (tá muito cabotino eu ficar falando do meu próprio texto?!) percebi que o coração de todo mundo é um motor de geladeira, tipo assim ó: Quando o motor/coração tá quente e funcionando fica tudo bem, cabeça fria, porém se o motor esfria/coração gela, aí a pessoa fica com a cabeça quente. Avacalhei meu próprio texto com esse comentário? Hohoho Comentem...

9 de junho de 2009 23:37  
Blogger "Clown doll" disse...

acho que ... ham... morango

ta fazendo efeito heim??? onde vc arrumou esse?? kkkk Ficou bom gostei ... doido... mas... "verdadeiro" !!! sentimental!!!! hauhauhau... Gostei... bem pensado!!!

10 de junho de 2009 21:53  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial