quarta-feira, 25 de março de 2009

Achei esse texto para apreciação e dizer: EU ESTOU VIVO!!!



Ato de expiação!
Palavras errantes!
Em velocidade cruzeiro
Dar-se-á o poeta como revolta do adeus

- Ato contínuo
Eu seguirei seus passos!

(Resíduos de mim!)

Múltiplos
Orgasmos das orquídeas selvagens.
Sob o coito da palavra,
Vozes d’alma
Em oração
À rampa da garagem.

Deus! Deus!
Isto é álibi de um sonho crucificado,
Ou são lágrimas talhadas,
Que, pêcas, gozarão em mim
Onde (primeiro) se avistar o sol?

Deus!! Deus!
Isto é dança das cabeças,
Ou são palavras navalhadas,
Que, secas, enamorarão de mim
Onde (primeiro) se avistar
As parábolas do vôo do inseto?

- Filamentos de um poema
Em pedaços...

(Marcha lenta do atrás!)

Ai... O que se dizer
Do ovário das flores?

Benny Franklin

Marcadores:

2 Comentários:

Anonymous Wilson disse...

Aê! O bom pagodeiro ao pagode retorna, eh, digo, até que enfim o mano Vendell apareceu. Já tava até pensando em fazer um "procura-se" com a foto do Massaranduba, ou do Nasi, ou ainda do Ursinho Puf... hohoho
Não precisa ler sua apresentação feita em 09/03 para nossa comparsa Clown Doll... o Sr Dicotômico o apresentou dignamente... =P

28 de março de 2009 20:15  
Blogger Wendell disse...

Voltamos para a guerra companheiro!!!

1 de abril de 2009 21:52  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial