sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Xingar um cara desse...

José Sarnão, Agripissuíno Maia, Renan Calhorda, Nando Collorido (o bom e velho cocainômano anal), Pig Newtão, Atulho Virgílio, queridos baluartes da ética e da integridade, eis um singelo poeminha que, não sei bem por quê, sempre que o digo, penso em vocês:

xingar um cara desse
de filho-da-puta
dá cadeia?

Poema de Nicolas Behr, do livro "Chá com Porrada".
Mais um do comparsa Nicolas Behr:

PALAVRA FINAL
amai-vos uns aos outros
e o resto que se foda

Marcadores:

2 Comentários:

Blogger "Clown doll" disse...

oO? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

22 de agosto de 2009 09:59  
Blogger nosliw disse...

"A crise do senado não é minha. A crise é do senado." José Sarney

23 de setembro de 2009 17:00  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial